*Ler , ler sempre , ler tudo !!! *

*Ler , ler sempre , ler tudo !!! *

segunda-feira, 12 de abril de 2021

Resenha do Livro : "As Trevas de Sethanon " - Raymond E. Feist.

 Livro : "As Trevas de Sethanon" .

Autor : Raymond E. Feist.

Editora : Arqueiro.

Tradução : Rui Azeredo e José Remelhe. 

                      Com este livro , volume 4, se encerra a tetralogia "A 

Saga do Mago ".

                       Neste volume acontece o conflito final : o Bem X o Mal , isto é , Murmandamus e o seu exército, sua legião de seguidores (os Exterminadores Negros, Os Irmãos da Senda das Trevas , os Moredhel, os Goblins , os Elfos Negros ... ) e os Magos do Reino de Midkemia e do Império Tsurani ! 

                       Aqui tomamos conhecimento da história de Macros, o 

Feiticeiro Negro e de Guy du Bas-Tira !  Também ocorrem  muitas

cenas de magia , mais do que nos volumes anteriores !

                       Na minha humilde opinião , esta saga deveria ter como

título principal , "A Saga de Arutha " porque realmente fiquei encantada com a valentia dele ! Concordo plenamente com Lyam quando este afirma que Arutha deveria ser o Rei de Rillanon !!!

                        Tive dificuldades para visualizar , imaginar , ver mentalmente as cenas de magia ! Confesso que me agradou mais as conversas entre Arutha e Guy ! Realmente, Guy é um general EXCEPCIONAL !!! 

                        Fiquei gamada na dragão - fêmea Ryath ! Ela era uma verdadeira bênção na vida de Pug, Tomas e do Feiticeiro Macros !

Por falar em Macros, o capítulo 16 : Criação , página 1.764 ou posição 30.397 do e-book , fala sobre a história toda de Macros, dos Valheru , de Tomas ... e é um capítulo importante ! Contudo, bem chatinho ! Raymond, poderia ter resumido um pouco esta história deste capítulo ! De 1 a 5 , dou nota 4 para este volume e para a Saga !

Acredito que Raymond poderia (quem sabe ?! ) escrever um volume falando sobre Jimmy e o seu amigo , seu companheiro de batalha, o rapaz Locklear ! Eu me diverti com ambos ! Gostei muito deles !!!


*Observações : 

1 - Não consigo fazer resenhas sem dar spoilers, tenho essa dificuldade ! Por isso, minhas resenhas aqui são curtas;

2 - Na verdade, não considero minhas resenhas aqui como resenhas ! Trata-se mesmo , realmente, de UM COMENTÁRIO sobre um livro que eu acabei de ler !!! Só isto. 


Guaratinguetá ,  Abril de 2021.




                                                    * Raymond E. Feist * 

Raymond Elias Feist tendo nascido como Raymond Elias Gonzales III, é um escritor norte-americano, mais conhecido pela série de romances e contosː The Riftwar Saga. Wikipédia
Nascimento: 23 de dezembro de 1945 (idade 75 anos), Los Angeles, Califórnia, EUA
Cônjuge: Kathlyn S. Starbuck (de 1988 a 2002)
Jogo de videogame: Betrayal at Krondor
Indicações: Prêmio Locus de Melhor Romance de Fantasia, Prêmio Locus de Melhor Romance de Estreante
Filhos: Jessica Feist, James Feist.

                       


terça-feira, 23 de março de 2021

Resenha do livro : "Espinho de Prata" - Raymond E. Feist.

 

Livro : Espinho de Prata ; Raymond E. Feist. 

Tradução : Cristina Correia.

Vol. 3 da saga "A Saga do Mago ".

Editora : Arqueiro. 



                                                                   "Espinho de Prata " 


                Neste volume , nós nos deparamos com um mal que invade o Reino e é denominado de Inimigo ! Na verdade, os magos não sabem de que mal EXATAMENTE se trata e Pug vai estudar para poder compreender o que está acontecendo ! Anita é atingida por uma flecha que traz em sua ponta um veneno que é feito com uma planta que se denomina ESPINHO DE PRATA e Arutha e sua comitiva vão em busca dessa planta para salvar a vida da moça !

               Gostei muito desse  volume porque entraram três personagens interessantes : Laurie, o trovador, o menestrel, o artista; 

Baru , o montanhês hadati e Roald , um forasteiro ! 

                Os protagonistas dessa parte da saga são : Arutha e Jimmy ! Sou fã dos dois ! De Jimmy , admiro muito a perspicácia, a inteligência, a sagacidade  e de Arutha, a bondade, a honestidade e a valentia !!!

                Gostei muito da cena do confronto entre Baru e o Murad,

 um dos líderes dos Moredhel !

                 Bom, agora, vou para o quarto e último volume da saga !

                 De 1 a 5 , dou nota 4 para este volume  ! É uma leitura

gostosa , infantojuvenil ! 


Guaratinguetá , Março de 2021. 






 Raymond Elias Feist tendo nascido como Raymond Elias Gonzales III, é um escritor norte-americano, mais conhecido pela série de romances e contosː The Riftwar Saga. Wikipédia

Nascimento: 23 de dezembro de 1945 (idade 75 anos), Los Angeles, Califórnia, EUA
Cônjuge: Kathlyn S. Starbuck (de 1988 a 2002)
Filhos: Jessica Feist, James Feist
Indicações: Prêmio Locus de Melhor Romance de Fantasia, Prêmio Locus de Melhor Romance de Estreante
Formação: Universidade da Califórnia em San Diego, Birmingham Community Charter High School.




            

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Resenha do livro : "Mago Mestre " - Raymond E. Feist.




Resenha do livro : Mago Mestre - Raymond E. Feist.

Tradução : Cristina Correia.

Editora : Arqueiro.


         Este é o segundo volume da série "A Saga do

Mago " e eu gostei muito desta parte da história porque

percebi claramente o desenvolvimento de Pug, o personagem

protagonista !

         Nesta continuação da saga, Pug conhece o Império,

o mundo dos tsuranis; aparece o feiticeiro "Macros, o 

Negro " ; conhecemos o capitão Amos Trask ; alguns personagens

morrem ; Arutha se revela um bom governante ; um segredo sobre 

a vida de Martin do Arco é revelado ... a história se

enche de ações ! Gostei !

         O personagem que mais me divertiu foi Amos 

Trask ! Adorei o jeito como ele conduziu o navio do 

duque pelos "Estreitos das Trevas" (Capítulo 5 : Travessia) !!!

         Este volume possui um total de 16 capítulos !

         De 1 a 5 , ( onde 1 é totalmente insatisfeito

e 5 , totalmente satisfeito, para este volume , para essa

continuação da saga, dou nota 4 !!! Gostei bastante !!! ). 

         Bom, agora, vamos para o terceiro volume ! (esta

saga é uma quadrilogia que eu comprei o box digital na 

Livraria Amazon ! Prefiro os livros eletrônicos ! Normalmente,

leio no Kindle ! ). 


P.S. - Eu gostaria de digitar mais sobre o livro, sobre esta estória ...

mas ... não gosto e não dou spoilers !!! (kkkkkkkkkkkkkkk). 


*Guaratinguetá, 23 de Fevereiro de 2021.  

         




Raymond Elias Feist tendo nascido como Raymond Elias Gonzales III, é um escritor
 norte-americano, mais conhecido pela série de romances e contosː The Riftwar Saga.
 Wikipédia

Nascimento: 23 de dezembro de 1945 (idade 75 anos), Los Angeles, Califórnia, EUA
Cônjuge: Kathlyn S. Starbuck (de 1988 a 2002)
Indicações: Prêmio Locus de Melhor Romance de Fantasia, Prêmio Locus de Melhor Romance
 de Estreante
Filhos: Jessica Feist, James Feist
Formação: Universidade da Califórnia em San Diego, Birmingham Community Charter 
High School-
         


 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Resenha do Livro : Mago Aprendiz - vol. 1 ; Raymond E. Feist.



Resenha do livro : Mago Aprendiz; Raymond E. Feist.

Tradução : Cristina Correia.

Editora : Arqueiro.

Volume 1 da saga :  "A Saga do Mago".


           Neste primeiro volume nos deparamos com a 

vida de Pug e as dos guerreiros de Crydee ! Na verdade,

o título não faz jus à história porque o que menos temos

são lições de magia e muitos momentos em que a magia

é realizada ! O que há é uma guerra entre Crydee e um 

povo invasor que o Reino chama de alienígenas ou os 

TSURANIS !!!

          O Reino está sendo invadindo por este pessoal

estranho, desconhecido, dono de pensamentos incompreensíveis,

um idioma que ninguém entende e ... Arutha defende bem 

Crydee e ganha a simpatia, o respeito, a admiração do seu

povo enquanto o Duque , o Lorde Borric está lutando no 

Leste a pedido do rei Rodric IV ! 

         Gostei dos personagens principais : Pug, Tomas,

Arutha, Kulgan (o mago), o sacerdote Tully, o Duque de 

Crydee, o lorde Borric, a princesa Carline, o escudeiro

Roland, o Mestre de Caça, Martin do Arco e por aí vai !

         Achei legal uma cena na caverna ! A história 

do dragão ! Interessante !

         De 1 a 5 , (onde 1 significa que detestei a 

história e 5 quer dizer que eu adorei , dou nota 3 ! ).

         Agora, já estou lendo o segundo volume : Mago 

Mestre ! 


 *Guaratinguetá, Fevereiro de 2021.    





Raymond Elias Feist tendo nascido como Raymond Elias Gonzales III, é um escritor norte-americano, mais conhecido pela série de romances e contosː The Riftwar Saga. Wikipédia

Nascimento: 23 de dezembro de 1945 (idade 75 anos), Los Angeles, Califórnia, EUA

Cônjuge: Kathlyn S. Starbuck (de 1988 a 2002)

Indicações: Prêmio Locus de Melhor Romance de Fantasia, Prêmio Locus de Melhor Romance de Estreante

Filhos: Jessica Feist, James Feist

Formação: Universidade da Califórnia em San Diego, Birmingham Community Charter High School-



 

sábado, 23 de janeiro de 2021

*Resenha : Origem - Dan Brown.

 *Resenha : Origem - Dan Brown.





       Este livro fala sobre um cientista , Edmond Kirsch,

que descobriu a resposta para as famosas  indagações que

todos nós, pelo menos UMA VEZ na nossa vida ! , sempre 

fazemos : - "De onde viemos ?! " e "Para onde vamos ?! "

Acontece que no dia que ele vai apresentar para o mundo 

essas respostas e dissertar sobre as mesmas, ele é 

assassinado e , Robert Langdon, professor de Arte e 

norte-americano , e Ambra Vidal , curadora do Museu 

Guggenheim de Bilbao, na Espanha, vão procurar onde 

está a senha do futurólogo Edmond kirsch !!!

      O livro, na minha humilde opinião, só se tornou 

interessante nos dez últimos capítulos !!! Até lá, eu 

me arrastei !!! (Sei lá, não estou tendo PACIÊNCIA mais

para certos gêneros literários !!! Hehehe).

      Dan Brown cita padres, reis; obras de Arte, Museus ,

pessoas más ... é a mesma estrutura, mesmo jeito dos

outros dois livros que eu já li dele : Fortaleza Digital 

e "O Código Da Vinci " !

      O que mais gostei nesse livro foi de Winston , uma

inteligência artificial criada por Kirsch ! Gamei nele ! 

Dan Brown tocou levemente num assunto que em muito me

interessou : o envolvimento emocional  da pessoa com as

máquinas e isso me fez lembrar de uma leitura que fiz

há alguns anos sobre robôs em forma de cachorro que 

amenizavam a solidão dos idosos em casas de repouso

no Japão ! (Acho que li essa matéria na revista 

Superinteressante ! ). Este assunto também me trouxe na

memória uma cena entre mim e minha mãe : mamãe fez uma

ligação através do celular e começou a conversar com

a secretária eletrônica do lugar acreditando que se 

tratava mesmo de uma pessoa conversando com ela , AO 

VIVO , naquele exato momento ! Senti vontade de rir e, 

ao mesmo tempo, entristeci-me diante da possibilidade

da tecnologia nos dar um belo "diploma" de mongolóides,

de imbecis, de idiotas !!! 

        *De 1 a 5 , (onde 1 é totalmente insatisfeito

e 5, totalmente satisfeito ! kkkkkkkkkkkk ), dou nota

3 para este livro ! Não pretendo relê-lo e só o recomendo

para quem ainda não leu nada do escritor Dan Brown.


*Guaratinguetá , Janeiro de 2021. 


  

 


                                                                  Dan Brown 


Daniel Gerhard Brown, conhecido por assinar como Dan Brown, é um escritor norte-americano. Seu primeiro livro, Fortaleza Digital, foi publicado em 1998 nos Estados Unidos. A este seguiram-se Ponto de Impacto e Anjos e Demônios, a primeira aventura protagonizada pelo simbologista de Harvard, Robert Langdon. Wikipédia

Nascimento: 22 de junho de 1964 (idade 56 anos), 

Exeter, Nova Hampshire, EUA

Nome completo: Daniel Gerhard Brown

Cônjuge: Blythe Brown (desde 1997)

Filmes: O Código Da Vinci, Inferno, Anjos e Demônios, 

etc.

Prêmios: Goodreads Choice Awards de Melhor Mistério e

 Thriller, Indies Choice Book Award for Adult Fiction.

WIKIPEDIA






domingo, 27 de dezembro de 2020

Resenha : Trilogia : 1Q84 - Haruki Murakami.

*Resenha do livro : 1Q84 - Haruki Murakami.

Tradução : Lica Hashimoto.

Editora : Objetiva.

Publicação : editora Alfaguara.

*Volume 1 - 


*Neste primeiro volume da trilogia temos a história de Aomame e Tengo ! Ela é uma mulher de menos de 30 anos de idade e ele , um homem de 30 ! Ela trabalha numa academia de artes marciais como instrutora e ele dá aulas de matemática numa escola preparatória para alunos que irão prestar as provas do vestibular e , nas horas vagas, se mete a escritor, escreve alguns romances ! Ambos se envolvem numa história intrigante , a história do Líder ou do Povo Pequenino ou a "Crisálida do Ar " !

Estou gostando de ler Haruki Murakami ! Ele recheia a história principal com histórias menores e isso é interessante ! Ele também cita nomes de músicas clássicas e de livros de autores diversos !

Estou gostando de conhecer um pouco sobre os costumes, os hábitos do povo japonês !

A história possui poucos acontecimentos ! Ela é lenta ! Ela se arrasta ! Mas, não nos aborrece ! Dá pra ler de boa !

Volume : 2.






           Neste segundo volume da trilogia 1Q84 de  Haruki Murakami temos uma situação

difícil para Tengo , Aomame e Fukaeri ! Os três se veem em apuros ! Fukaeri e Tengo por

causa da publicação do livro CRISÁLIDA DE AR e Aomame devido à sua missão frente ao 

Líder de Sakigate ! 

          Achei interessante a história que Tamaru conta para Aomame sobre o garoto 

que ele conheceu no orfanato e que só esculpia ratos !

          Emocionei-me com o monólogo de Tengo ao lado da cama do pai dele no hospital.

Senti a coragem dele em ser realmente sincero, em falar, sem floreios, sobre os seus 

sucessos e as suas decepções, seus próprios medos.

          Haruki Murakami é curto e grosso ! Ele fala de solidão, de abandono , de 

vazio existencial sem rodeios e isso me torna cada vez mais sua fã !

          Tanto Tengo quanto Aomame têm um histórico de uma vida familiar cheia de 

conflitos e por vários motivos !

          É isso.

          Vamos agora, para o volume 3 !!!



Neste terceiro volume, aparece o personagem Ushikawa, 

advogado esperto, experiente que irá trabalhar para

o grupo Sakigate ! 

      Aomame se vê confinada, Fukaeri cumpre a missão

dela, Tengo quer encontrar Aomame; Sakigate precisa saber

sobre Aomame e o Povo Pequenino se vê numa situação muito 

difícil !

      Na verdade, o que eu mais gostei nesta trilogia 

de Haruki Murakami foi das histórias com as quais ele

recheou toda a narrativa principal e a descrição do 

tempo, das nuvens, da lua que ele faz ! Por falar em 

lua, ela possui um papel muito significativo nessa 

história !!!

      Aparecem muitas vezes as palavras : rádio, música,

corvo, nuvens, coruja, floresta ... o fantástico, o 

sobrenatural se mescla com a realidade ! Chega uma hora

que juntamente com os personagens principais, você também

se vê em dúvida se eles estão vivendo em 1984 ou em 1Q84 !

Os mundos se misturam, se fundem ! É interessante !!!

      Gostei muito das histórias de Tamaru ! Sempre que

o texto começava a falar sobre este personagem, eu me 

sentia mais envolvida com a história !!!

      Tamaru foi uma criança sofrida !Aomame também por

causa da religiosidade dos pais ! Tengo também por causa

do trabalho do pai e do desaparecimento da mãe dele !

       O final do livro me agradou ! Acredito que Haruki 

Murakami, de propósito, criou um final que , futuramente,

se ele quiser, poderá escrever o volume 4 desta história,

transformar a trilogia numa tetralogia ! 

       Não pretendo reler esta trilogia porque não compreendi

algumas coisas, por exemplo : o que o Povo Pequenino 

queria ?! Qual era a função dele no mundo 1Q84 ?! Não 

entendi !!!

       De zero a cinco, dou nota 3 para esta trilogia !

Por quê ?! Porque a leitura é densa, lenta; são poucas

as ações ! Mas, todavia, tenho alguns e-books do Haruki

Murakami no meu kindle e quero lê-los ! É bom saber como

vive, pensa, sente e age o povo oriental !!!

      

 *Guaratinguetá, Dezembro de 2020. 

       

*Sobre o autor : 


Haruki Murakami

Escritor

Descrição

Descrição

Haruki Murakami, é um escritor e tradutor japonês. Seus livros são sucessos de vendas no Japão e internacionalmente, sua obra foi traduzida para mais de 50 idiomas. Wikipédia
Nascimento12 de janeiro de 1949 (idade 71 anos), Quioto, Quioto, Japão
CônjugeYoko Murakami (desde 1971)



          

domingo, 8 de novembro de 2020

"O Ano que morri em Nova York " - Milly Lacombe.

 





                                  
Neste livro, Milly narra suas tristezas, seus medos , suas fraquezas , suas carências e eu gostei do livro , principalmente, por essa CORAGEM que ela teve ! Não é nada fácil e confortável , o fato de nós realmente nos DESNUDARMOS diante do outro e / ou de outras pessoas ! 
                                  Tudo começa com a desconfiança de que a mulher dela (Tereza ) a estava traindo com uma amiga ! Isso não fica claro no livro ! (Na minha humilde opinião, houve mesmo uma traição ! ). 
                                  Elas estavam casadas há dez anos e se amavam profundamente e foi o inferno na terra para Milly tomar coragem e vir embora para o Brasil ! Elas moravam em Nova York ! Milly trabalhava como escritora , fazendo frilas e Tereza era uma próspera advogada ! 
                                Milly faz parte da classe média alta ! Temos aqui um estilo de vida de uma mulher sensível, inteligente, lésbica , de família rica e que escreve muito bem e se atreve a tentar sobreviver através dos seus textos ! 
                                Gostei muito dos ensinamentos de Peter e da Renata  em "Alter do Chão "  ; dos ensinamentos da xamã, da índia , da vó do Arnaldo, a senhora Muria-Ubi e diverti-me bastante , ri muito com o jeito extrovertido, autoritário, seguro, alegre e dinâmico da mãe de Milly ! Tenho que lembrar aqui que senti vontade de conhecer a pessoa da Manuella, a primeira namorada de Milly ! Algo me diz que de fato se tratava de uma pessoa especial ! (Que Deus a tenha ! ). 
                            Achei interessante a experiência de Milly com a ayahuasca e cheguei à conclusão que realmente, esta experiência não é pra mim ! (risos).
                            A personagem da qual mais gostei foi a da mãe de Milly e a que menos me simpatizei foi com a Tereza ! Considero-a muito egoísta ! Sei lá ! 
                            Bom, vou deixar aqui alguns trechos do livro ( entre tantos ! ) que eu considerei relevantes !
                            De zero a 10, dou nota 08  para este livro.

                                       *   *   *


"Era uma festa de achados e perdidos, pensei; ainda assim, era das festas mais animadas de que eu já tinha participado. Na pista, Paola e Tereza se acabavam de dançar e de chorar - e eu nem sabia mais pelo que choravam, talvez nem elas. Simone, já cabeluda e bastante corada, dançava agarrada a Lúcia. Valentina e Peter conversavam e riam. A mãe de santo e o rabino seguiam papeando como amigos de infância. O telão rodava as fotos de minha mãe, e volta e meia eu me via, pequena e frágil como a criança que um dia fui, que dependia do olhar materno para existir. Fiquei me vendo nas imagens. " (Posição 4013 do Kindle )"

          *   *   *

"A vida não é colorida como um dia você achou que era. Verdade. E é isso mesmo : as pessoas que a gente mais ama machucam a gente. Tudo verdade, meu amor. Mas a tristeza é bonita e é mais uma das vítimas do preconceito neste mundo do homem branco. Ninguém pode ficar triste. O homem branco, quando vê a tristeza chegar, sai correndo. Para não sentir a tristeza, ele toma um remedinho, bebe ou vai comprar alguma coisa. Tá errado, meu amor. A tristeza é uma professora. Ela ensina, ela abraça. E quanto mais você a aceita, menos feia ela fica. Quanto mais você entende que a vida pode também ser triste, mais vê a beleza disto. As coisas são preciosas justamente porque estão morrendo. Tudo está morrendo. Você, eu, essa pedra, aquelas vacas lá longe, as estrelas. Ter consciência de que estamos acabando gera dor. Eu pedi que você ficasse aqui porque a grande tristeza merece um ritual. A coisa mais desrespeitosa que podemos fazer em relação à tristeza é não a ritualizar. E, para embelezar a tristeza, é preciso ficar sozinho com ela. Ela é uma dama que exige exclusividade. Sair com amigos, beber, buscar distração, nada disso é nobre quando uma enorme tristeza encontra a gente. Quanto à raiva, a gente faz assim : recebe, deixa ela entrar e libera ela para o universo. Não deixa ela dentro de você. Raiva e tristeza não podem existir juntas. A raiva ofusca a tristeza, a dama mais nobre. Então, a raiva você libera a cada expiração, pode ser assim ? Recebe, reconhece e deixa ir. " (Posição 3015 )"

              *   *   *

"Ela tentava me explicar que o ambiente seria capaz de ter efeito sobre os genes, que ambientes estranhos e pesados provocavam uma alteração interna, que os disparos entre as sinapses poderiam passar informações aos genes via circulação e sistema nervoso e que essas informações fariam transformações internas. Ela me dizia que a rotina, nos mesmos ambientes externos, gerava sempre os mesmos pensamentos, as mesmas escolhas, as mesmas experiências e sensações, e que isso fazia com que nossos genes trabalhassem sempre da mesma forma, criando, assim, um mesmo destino genético na forma de ver, pensar, sentir. Lembro-me de ela me dizer que “reações emocionais são memorizadas da mesma forma que o conhecimento” e que esse era um estado de espírito que fazia com que o passado não passasse jamais. “Redes neurais não identificam passado, presente ou futuro”, repetia, rindo, enquanto tomávamos vinho. “Para o cérebro, realidade e imaginação são a mesma coisa”, Manuela dizia, enquanto implorava para que eu abrisse mão da rotina que eu tanto amava. “Novas visões geram novas realidades e, se é difícil mudar o ambiente externo, é perfeitamente possível mudar o interno e, com ele, sua configuração-padrão.” Lacombe, Milly. O Ano em que Morri em Nova York . Planeta. Edição do Kindle."

               *   *   * 

"Desde pequenos, somos treinados a recorrer aos outros. A relação de dependência com nossos pais é a primeira delas. Depois disso, passamos a vida em busca de algum tipo de legitimidade, de aprovação, de figuras de autoridade. Agir por conta própria se torna, com o passar dos anos, um esforço cada vez maior. Eu intuía que, de muitas formas, ainda era uma criança emocional, incapaz de existir por conta própria. Mas, se intuir já é melhor do que nada, por outro lado não é suficiente para gerar transformação. Lacombe, Milly. O Ano em que Morri em Nova York . Planeta. Edição do Kindle."

           *   *   * 

"Eu estava sozinha, não tinha dinheiro, jamais teria, não tinha mais casa, teria que voltar ao Brasil feito uma sem-teto, implorar ajuda de amigos, morreria uma velha fracassada, sem dentes – porque não haveria dinheiro para repor aqueles que a vida vai tirando –, que nunca mais amaria ninguém, muito menos seria amada porque todos me veriam como a abandonada fracassada. Por volta da meia-noite, o telefone de Bruno tocou. Era minha irmã, que tinha tentado me ligar no celular e falou com Tereza, que pediu para ela ligar para Bruno. Ele me passou o celular e disse: — Fica com ele esta noite, porque imagino que será longa. Lacombe, Milly. O Ano em que Morri em Nova York . Planeta. Edição do Kindle."

             *   *   *

Guaratinguetá - Novembro de 2020.



* Milly Lacombe * 


Jornalista

Maria Emília "Milly" Cavalcanti Lacombe é uma jornalista, 

escritora e roteirista brasileira. Tem uma coluna na revista mensal TPM, chamada "Coluna do Meio", e foi uma das pioneiras do jornalismo ... Wikipédia
Nascimento: 1 de julho de 1967 (idade 53 anos), Rio de Janeiro, Rio 
de Janeiro 
Pais: Arnaldo Cavalcanti Lacombe, Adele Paolini Lacombe.